Translate

19/10/2010

Saudade? Saudade!

Sinto 
a saudade a penetrar-me
pelos cantos da boca
amargá-la com fel
de uma angústia louca
Escorregar
pela língua como um folião
atando um nó
na garganta,
comprimindo o coração.
Percorre
todo o meu corpo
do fio de cabelo
ao centro da alma
vai ziguezagueando assim,
no meu sangue
toda agitada...
... vadia
           batendo
                 palmas

Ainda
me pergunta ingrata
com as mãos
na cintura:
"Quando?
Quando verei novamente
aqueles olhos cheios 
de plenitude
aquele sorriso cativante
e terei nos meus braços
aquela voz...
sonhadora?"

Acredite:

Aquele olhar
não será o mesmo
Aquele sorriso...
emudecerá
E a voz... ah...
já não poderei mais brincar
com suas palavras
e atirá-las
ao ar...

E então...
a saudade triste
já não sabe mais sorrir.
Joga-se
num canto do coração
e fica ali... batendo:
Saudade!
       Saudade!
              Saudade!

De quem?!

             Da saudade...

                  ... de alguém!
        
             (by Wally elsissy)

3 comentários:

diariodehalima disse...

Oi Wally!

Tem um recado pra vc no meu blog...

Te mais!!

Anônimo disse...

Wally!Estou morrendo de saudades do EGITO!!!!!!!!!!! e de vc também. Abraco

Simplesmente Josiene... disse...

Lindo! Saudades... machuca e dói tanto... covarde companheira que peregrina minha vida...saudades de algo q não vivi...

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...