Translate

16/09/2011

Depoimento: Como Eu vejo minha Borderline

Os sintomas TPB são um vidro gélido e frio que se interpõe entre eu e a mulher que eu amo (amo como estado e amo como opção).

É o dialogo, a compreensão (não de palavrinhas, mas de ação) que fazem este vidro diluir no espaço: 

Não te vejo mais como um robô ridículo programado pela dinâmica borderline. O vidro entre nós desaparece por momentos: te vejo voce mesma como pessoa única e fascinante!!

Os sintomas TPB te encaixam num padrão previsível, te fazem coisa; o diálogo e o prazer desafiador de eu te ver além dos sintomas te fazem única e criativa.

Obrigado pelo desafio: o legado deste sofrimento todo foi me dar oportunidades de desenvolver novas competências humanas E PROFISSIONAIS (!!!): empatia e senso de propósito.

Com isso sou mais profissional. 
Com isso sou mais pai.

2 comentários:

Tatiana Russo de Campos - Escritora e Artista Plástica disse...

oh, que lindo...

Mas é pai ou namorado?

Begônia disse...

Chorei!!!
Lindo demais!

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...