Translate

17/12/2010

Borderline - Testando o Amor do Cuidador


Quando eu me incubia da difícil tarefa de apaziguar a fera selvagem dentro do meu marido borderline, suas reações ferozes surgiam.

No momento em que eu desistia e começava a me afastar, ele se transformava numa planta trepadeira. 

Isso se parece com aquela rotina cômica do palhaço apanhando seu chapéu. Toda vez que ele se curva para apanha-lo, acidentalmente o chuta para mais longe. 
.
Finalmente, ele desiste em ódio. 
E conforme ele se afasta, o vento sopra seu chapéu atrás dele!...

(fonte: trecho extraído do livro Stop Walking on Eggshells)

2 comentários:

Anônimo disse...

depois de um relacionamento estressante com um borderline, me afastei....preciso de um tempo. Porém, me angustio ao pensar se fiz bem ou mal?

Wally disse...

Olá

Como resposta, recomendo que você leia dois comentários que transformei em postagens no blog:

http://vidadeumaborderline.blogspot.com/2011/07/depoimento-borderline-cuidadora.html

e

http://vidadeumaborderline.blogspot.com/2011/08/fred-cuidadora-apaixonada.html

A pessoa que escreveu estava passando pelo mesmo que você está passando hoje.

Espero que essa leitura te ajude!!
Ela tem ajudado muita gente.

Conte comigo!!!

Abraços

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...