Translate

21/04/2011

Desgaste

Não sei se é o tempo, o medo, o desânimo...
Não sei se é descaso do destino
Só sei que ando desgastada.
Por fora e, mais ainda por dentro.

Não sei se a culpa é das longas noites insones
Ou se ainda das madrugadas tempestuosas
Só sei que o desgaste me consome
De dentro para fora e de fora para dentro.

Não sei se é a dor de não saber quem sou
Ou a angústia ao ver o que sou
Só sei que a vida tem me desgastado
Ao me mostrar de fora o que há por dentro...

4 comentários:

manoel disse...

Desgastado pela vida
Sem saber mesmo quem era
Só um sorriso triste
E a chuva
Chovia lá fora
Abri a porta da casa
Deixei a chuva misturar minhas lágrimas
E elas caiam frias
E meus olhos lavaram
A chuva foi embora
O sol brilhou novamente
Olhei o céu azul
E sorri novamente
De alegria sorri desta vez
Porque compreendi
A força de Deus!

T. Emily disse...

Estou totalmente desgastada e desorientada. Nada me ajuda mais, e não sei o que fazer. Tudo isso passa, mas tudo isso volta.

Reflexões Borderline disse...

"Tudo isso passa, mas tudo isso volta."
Nossa... disse tudo mesmo!

Anônimo disse...

quando a gente fica melhor, o que assusta é saber que volta, né?
beijos, maria roberta

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...