Translate

04/04/2011

Depoimento Borderline - Testando o Cuidador

Às vezes eu criticava cada movimento do meu noivo, dizendo a ele que se ele me amasse ele não faria aquilo. 

Quando o depreciava, me culpava e sentia que podia ser abandonada ou constrangida, ou que ele por algum motivo não me demonstrava amor. 

Eu ficava assustada, tanto que toda minha feição mudava. Eu me descontrolava ao ponto de berrar e gritar e derrubar objetos. 

Meu jeito de tomar decisões era ineficiente. Ontem mesmo eu joguei meu anel de noivado no lixo durante minha fúria. Hoje, eu percebi que estarei perdida sem ele. Ele estava constantemente provando seu amor por mim. Ele não conseguiu me dizer que me amava o suficiente. 

Eu esperava que ele me traísse embora não tivesse nenhuma razão lógica para isso. Eu vasculhava seus bolsos e sua agenda...

Eu o surpreendia no trabalho para ter certeza de que ele estava lá. E quando eu percebia que as coisas estavam bem, eu me sentia muito tranqüilizada e constrangida e jurava a mim mesma que eu nunca mais me sentiria desse modo novamente. Mas eu sempre me sinto assim.
(fonte: trecho extraído do livro Stop Walking on Eggshells)

4 comentários:

Raquel Soares disse...

a mulher geralmente tem essa inseguraça. feliz a mulher que encontra um homem de verdade, com seus valores e carater...

Anônimo disse...

lendo o comentário e refletindo preciso dizer,que infelizmente ...a sensação da pessoa que possui o transtorno Borderline é bem real e não podemos comparar a uma insegurança,pois é um extremo sofrimento psíquico,inclusive para quem passa por uma relação amorosa com um border!
Não é algo padronizado mas é tipico esse tipo de comportamento,pois o border quer controlar ao outro,com a falsa impressão de que desta forma irá controlar-se e sentirse ligado à alguém e porque não finalmente...completo!(porque o que predomina neste caso é a sensação de vaziu).
Mas quando esta moça descreve que "o rapaz não a amou o suficiente",provavelmente o noivo a amou e muito!Mas infelizmente enquanto a pessoa não percebe ,tamanha a sua distorção da realidade e busca um tratamento,ela afasta e destrói as pessoas a sua volta e por que não dizer a si mesmas!Boa sorte o blog é muito interessante!espero que os leitores e pessoas diagnosticadas busque um profissional da área de Psicologia/psiquiatria,pois este é o caminho!

Wally elsissy disse...

Concordo 100% com você anônimo.
E reforço o fato de que o border precisa tratar-se com um profissional da área de psiquiatria.
Mesmo que opte por tratamentos alternativos, jamais deve deixar de lado o tratamento convencional...

Anônimo disse...

Quem vai nos amar??? Que homem pode amar uma mulher borderline????? Meu Deus!!!!!!

(projetopessoa@gmail.com)

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...