Translate

22/08/2010

Sentença: Paralisia

Um juiz da Arábia Saudita consultou vários hospitais no país sobre a possibilidade de tornar um homem paralítico danificando sua medula espinhal, o que seria uma punição para um crime cometido por ele. 
.
A vítima do ataque, Abdul-Aziz al-Mutairi, de 22 anos, ficou paralítica. Segundo seu irmão, Khaled, al-Mutairi pediu ao magistrado da província de Tabuk que aplicasse uma punição equivalente ao seu agressor, o que estaria de acordo com a lei islâmica.
.
Um dos hospitais teria respondido que é possível danificar a medula espinhal, mas informou que a operação teria de ser feita em uma unidade mais especializada. 
.
Em um comunicado divulgado nesta sexta-feira, a Anistia Internacional pede que as autoridades não ponham a punição em prática. 
Para a ONG, paralisar o homem intencionalmente "seria uma violação das obrigações internacionais em matéria de direitos humanos".  
.
- Estamos pedindo nosso direitos legais sob a lei islâmica - disse o irmão da vítima, fazendo referência a possibilidade legal no país de pedir a aplicação de pena semelhante ao crime. 
.
- Não há palavra melhor que a palavra de Deus: olho por olho.
.
Segundo Khaled al-Mutairi, o agressor foi condenado a 14 meses de prisão pelo ataque que deixou seu irmão paralítico, mas foi anistiado e solto depois de sete meses. 
O homem, que não teve o nome divulgado, teria conseguido um trabalho como professor.
.
O juiz, que foi identificado pelo jornal "Okaz" como Saoud Bin Suleiman, teria feito a consulta a hospitais há seis meses. Segundo a Anistia Internacional, em 2005 um homem teve os dentes arrancados por ter feito uma vítima perder os dentes durante uma briga.
.
- Estamos muito preocupados e vamos apelar às autoridades - disse Lamri Chirouf, representante da ONG na Arábia Saudita. 
- É difícil acompanhar detalhes do sistema da justiça saudita. 
As pessoas são sentenciadas em julgamentos fechados sem acesso ao público e advogados.  

2 comentários:

Cristiane disse...

puxa, muito dificil dar uma opiniao a esse respeito, pois como ser humano que tenta ser um pouco mais espiritualizada, exercer o dom do perdao, um tipo de atitude desta, nos choca, mas confesso a voce , que ha anos atras, quando a casa de meu pai foi invadida por bandidos e estes ficaram por tres horas dentro da casa e torturaram meu pai e irmao, confesso que tinha vontade de eu mesma fazer o mesmo com eles, e ate de mata-los...certamente, te confesso, se naquele momento, fosse me dado uma arma na mao e a chance de mata-los, eu o teria feito, ou no minimo, todas as coisas que eles fizeram com minha familia...que Deus me perdoe...

Wally elsissy disse...

É de fato difícil dar uma opinião.
De acordo com a Bíblia isso é errado.
E como diz um provérbio "Olho por olho e o mundo acabará cego"
Por outro lado quando mexem com a nossa família fica difícil não dar vazão à vingança.

Mas no caso em questão, não dá pra saber se a intenção do atacante era de fato deixar o outro paralítico.
E vai saber porque eles estavam brigando.
Então tem que analisar uma porção de coisas pra poder entender e aceitar a sentença.

IMHO, acredito que o melhor e mais justo castigo seria colocar o atacante numa prisão perpétua, trabalhando - seja quebrando pedras ou whatever...

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...