Translate

19/03/2011

Reforço Intermitente Borderline - Depoimento


Depoimento de um cuidador - Jim
.
Eu achava a obsessão inicial de minha esposa por mim, muito agradável. 

Quero dizer, eu nunca achei que era merecedor desse tipo de atenção. Minha ex-mulher não prestava muita atenção em mim mas ela me adorava. 

É mais fácil se sentir bem consigo mesmo quando se está rodeado por alguém que o idolatra. Mas nosso relacionamento era como um vício. Eu continuava voltando para obter mais, apesar de estar cheio de auto-desprezo e mesmo uma sutil sutil vergonha: “eu me odeio por te amar”. 

Eu a via como uma charmosa pessoa malévola que alimentava minhas fantasias desesperadas; somente semi-desacreditando sua bajulação, eu me orgulhava sobre a luz intensa e inesperada de sua atenção completa e deslumbrante. 

Então começávamos nosso relacionamento de montanha russa; vivendo vicariosamente através das sublimes e atordoantes alturas. Eu era sacudido pelas descidas repentinas e desesperadoras, pelos ziguezagues, pelos loops de ponta cabeça, pelas paradas atordoantes, e depois, a ausência, o silêncio, a vulgaridade até o fim.
.
(fonte: trecho extraído do livro Stop Walking on Eggshells)

3 comentários:

BEM CAPAZ disse...

Uauuu.
Sentimentos viciantes.
Vicios sentimentais.
Construtivos,destrutivos.
Quem pode explicar?
Alguem quer saber de alguma coisa?
Tudo precisa de explicação?
Que confusão!

Wally elsissy disse...

Tem razão!
Confusão sim... muita confusão!...

Simplesmente Josi... disse...

Putz... já passei por isso!
È realmente terrível, na mesma intensidade que foi o começo, foi o fim...
=(

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...