Translate

11/07/2010

Invasor da Meia-Noite

Eu, tranquilamente surfava na Internete enquanto Adham, deitado no sofá, assistia algum programa próprio para "couchpotatoes" na TV.
 .
Muito repentinamente um som lá fora se manifesta: 
 .
Grrrrrrrrr

Eu paro de teclar, olho pra trás, na direção de meu marido e o rosnado se repete:
 .
Grrrrrrrrrr
 .
"Será que o Dubba está importunando o Tinho?" - pergunto
Grrrrrrrrrr
 .
Adham decide deixar a couchpotatice de lado, livra-se do cobertor e só de cuecas abre a "French Door" que dá para o quintal da frente...
 .
No mesmo instante, Dubba emite um rosnado de meter medo até em domador de leão e parte pro ataque!
 .
Perto do muro, no canto da casa, um homem, congelado pelo medo, grita:
 .
"Segura ele! Prende ele"
 .
Adham (só de cuecas) chama Dubba e logo em seguida com a maior tranquilidade pergunta: "Quem é?"
 .
Eu, continuo estática, olhando pra tela do computador, sem reação aparente... enquanto por dentro um frio na barriga começa a crescer...
 .
"Tem alguém aí fora?!?!?!??" - pergunto mal acreditando nas minhas próprias palavras!
 .
"Tem." - responde Adham monossilábico.
 .
Nesse meio tempo o indíviduo responde a pergunta feita sobre sua identidade; ao mesmo tempo que Adham tenta com dificuldade segurar Dubba pelos pelos do pescoço (pelos pelos? - que frase esquisita! 
Tem cinrcunflexo no segundo pelos  ou tal sinal ortográfico caiu com a reforma?)
 .
Enfim, o indivíduo, fedendo a cachaça, ou sei lá o que, se revela e pede que Adham prenda o cão!

Eu, perplexa com o ocorrido, enquanto Adham apressadamente prende o cão no backyard e rapidamente veste uma bermuda, crio coragem para me levantar.
 .
Adham começa xingando o sujeito e questionando COMO  ele havia entrado!
 .
"Pulei o muro" - diz ele, como se fosse algo tão comum quanto respirar!
 .
"Você tá louco?!?" - Adham indaga! E continua... 
"Deveria ter deixado o Dubba te morder!"
 .
Nisso o fulano entra na sala, o cheiro da pinga se espalhando por minha casa recém-perfumada com um incenso de Alecrim.


Com uma garrafa de bebum na mão, se convida a sentar, olha pra mim e pergunta:
 .
"Cadê seu irmão?"
 .
Inacreditável!
 .
Ele tinha acabado de invadir minha casa, quase havia sido devorado por meu super-cão e ainda conseguia ter cara-de-pau suficiente para entrar, se sentar e ainda me dirigir a palavra?!
 .
Bom, resumindo...
 .
Adham o convidou a se retirar.
Ele muito relutantemente o fez após longos questionamentos do POR QUE  de estarmos morando no "lado de cá" e não no "lado de lá"
 .
Faltou muito pouco para Adham lhe dar uns cascudos!
Felizmente a bom-senso falou mais alto.
 .
O cara sai, mas antes disso pede gentilmente que Adham por favor destranque o portão para ele passar...
 .
"Por que não pula o muro de volta?" - tive vontade de sugerir; mas me contive, fui "egoísta" e mantive meus pensamentos só pra mim.
 .
Adham  retorna à sala, tira a bermuda novamente, trocamos duas ou três palavras sobre o ocorrido e então, praticamente fingindo que nada havia acontecido, ele volta a assistir TV, e eu volto para minhas pesquisas internáuticas....

3 comentários:

Anônimo disse...

To Pasma! O_O

Bruna disse...

meeeeuuuu Deus! Se eu tivesse por ai, ia desmaiar com certeza! hauah! Beijao teacher escritora! =)

Wally elsissy disse...

To achando que você ia preferir presenciar uma invasão assim do que a de um SAPO!!!

huahuahuahua

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...