Translate

03/05/2011

Depoimento - Meu Ex-Namorado Borderline


Da série: Comentários que Merecem Destaque
Comentário feito nessa postagem aqui.

Olá Wally,

Bem venho dar o meu pequeno depoimento sobre uma relação com o border! Identifiquei em meu namorado que agora é ex, o transtorno.

Ele não sabe, e tentei diversas vezes indicar tratamentos para ele na busca de ajudar o seu comportamento exacerbado, resolvi estudar e achei o seu blog, que tem me ajudado muito a desabafar, me identificar e entender melhor este universo em crise!

Ele não tem comportamentos de se cortar,nem suicidas(pelo menos aparentemente).

Bem eu não conseguia compreender no ínicio o fundamento de todas aquelas inconstâncias, a gente estava rindo...de repente nós estavámos fazendo uma viagem diretamente para o caos sem motivo aparente.

As brigas ocorriam devido as minhas discordâncias, algo que o frustrou, mas a verdade é que ele não tinha um ritmo, um parâmentro.

Passei diversos dias tentando entender o que desencadeava aquelas crises, quando achei um texto aqui que começou a me deixar mais esperta!

Observei e percebi que por trás daquela pose de um cara seguro que fazia verdadeiros discursos sobre ciúmes e traição, estava uma pessoa amedrontada e com medo de eu partir.

Ele terminou comigo pelo menos umas 8 vezes em 2 meses de namoro. Foi muito doloroso. Quando eu tentava entender os seus súbitos ele dizia que..."a culpa era minha e com suas 20 exs ele tinha uma relação maravilhosa" 

Me comparava, fazia uma espécie de humilhação com sua sutileza e educação sempre presente, a voz baixa, muito bem articulado ele dizia:

"O problema é que vc é insegura, vc é ciumenta!"

Eu nunca fiz cenas de ciúmes, era algo infundado! Eu cheguei a acreditar no mundo inventado por ele, onde suas regras eram as únicas aceitas e o mundo culpado pelas suas mais secretas imperfeições!

Era como reproduzir no outro aquilo que era dele! Percebi o seu movimento e modifiquei o meu. 

Certa ocasião após uma sessão gratuita de humilhação, ele mais uma vez rompeu comigo. Cansada de suas aprontações vim para casa onde resolvi mudar e o ignorar. Cansei. 

Ele então começou a correr atrás e demonstrar o seu desequilibrio e inconstância. Voltei com ele sob a promessa de que ele procuraria ajuda. Ele chegou a pedir que eu me tratasse tambem, tamanho sua falta de noção sobre o problema. 

Continuei com ele e comecei a me cansar, pois ele incansavelmente ficava horas a fio discutindo coisas sem sentido para mim. Ele me testava, parecia que tentava entender até onde eu iria suportá-lo, era sufocante. 

Tinha que estar presente com ele, nossa ultima discussão foi porque eu estava doente (claro) e queria ir embora e ele queria que eu ficasse na casa dele! 

Depois nos encontramos e ele fez um discurso sobre "como eu era cuidadosa comigo mesma e o quanto eu era frágil".

Eu não aguentava me sentia sempre menos, as comparações, cobranças, em poucos meses de namoro me sentia muito presa, apesar do papel indiferente que ele representava sempre que podia!

Rompi! Mas ainda o amava muito... então fiquei mais de 2 meses sem ficar com outra pessoa, mesmo sabendo que ele estava em plena promiscuidade!
Até o dia que nos encontramos e eu recaí dando mais uma chance já sem grandes expectativas!

Ele implorou a chance, insistiu, fez juras e declarações de amor que eu jamais tinha ouvido, parecia gostar de mim... quando precisei viajar as pressas para visitar meus irmãos, dormimos juntos e após ele me levar ao aeroporto foi para uma casa noturna e ficou com outra pessoa na frente de minhas amigas!

Bem eu finalmente desencanei, é muito doloroso amar alguém assim e quem perdeu neste caso fui eu!

Gostaria que ele se tratasse, mas a verdade é que no fundo ele nunca gostou de mim; é como um instinto... faz parte dele ser assim...decepcionar, ele não faz um vínculo de sentimento com ninguém. Ainda que a pessoa queira muito e eu quis, sai machucada!

A verdade é que ele devia ter a percepção e mudar, eu somente tentei mas sabia que tinha que partir dele que atualmente está me machucando através de comentários hostis e sempre que pode arruma um modo de eu saber o quanto eu fui culpada pela sua própria traição já que segundo ele: "a minha insensatez e insegurança o tornou amendrontado e com medo de viver aquilo".

Segundo ele, era tanto amor que ele não soube como lidar então resolveu me humilhar publicamente para que assim as chances pudessem se esvair e não houvesse possibilidade de ele correr atrás de mim que sou uma pessoa maravilhosa que ele ama demais! :(

E eu como me sinto é muito dificil amar alguém assim que não se permite amar ninguém pelo medo do colapso.

Hoje sou eu quem estou triste e buscando melhorar pela falta da capacidade dele amar!

Bem agradeço a este espaço espero receber retorno, fico feliz em ver que pessoas acometidas deste mal resolvem se tratar, buscar catalizadores como este local... e não sair por ai se ferindo ou ferindo outras pessoas!
bjs Luiza

12 comentários:

Anônimo disse...

Oi Luiza,
Vc diz que ele nunca gostou de você com muita certeza. Borders gostam, e gostam MUITO. Demoram a se ligar afetivamente, pelo medo do abandono. No entando, ao abrir uma brechinha para que haja uma ligação afetiva, essa ligação passa a ser muito forte. E o grude, a sensação de sufoco, passa a ser o medo do abandono ... Isso varia de border pra border pq, claro, somos pessoas diferentes, que viveram coisas diferentes. Não dá, simplesmente, pra rotular todo mundo da mesma forma ... Alguns grudam, mais outros menos ... Alguns agridem mais, outros menos ... alguns se cortam, outros não ... Cada pessoa é um universo ... E, no caso de ter um transtorno, apresenta algumas características que se identificam no grupo.
Quanto a ficar com outras pessoas na frente de suas amigas, por exemplo, já envolve caráter. Borders normalmente tem um carater muito bem definido. Isso, certamente, é difícil de se ver como atitude de um border, o que poderia indicar que seu ex-namorado pode apresentar outros problemas além do border e não fechar só nesse transtorno.
De qquer maneira, imagino o quão sofrido tenha sido pra você e sei que essas marcas ficam.
Acho o blog da Wally um espaço fundamental pra gente poder trocar informação, desabafar, pedir colo ... Sinto muita falta disso.
Ah, sou border.
Beijos
Maria

Anônimo disse...

Olá Maria e Wally,
bem me sinto contente em ver minha pequena grande história descrita aqui!
Maria seu comentário foi muito bem vindo no meu coração!tenho pensado sobre isso!
...os borders não são pessoas com o caráter duvidoso como neste caso!Isso de fato pode ser traços de indicios de outras coisas que nem vale a pena refletir neste momento.
Mas é bom receber este carinho de vc!Obrigada pelo post!


bjs Luiza :)

Anônimo disse...

Oi pessoal,
Wally como é uma relação com um border,fico curiosa,tentando entender o porque escolher namorar uma pessoa assim tão inconstante e com tantos altos e baixos.
Pessoal às vezes acho que a doença não anda sozinha.Eu aprendi isso,as pessoas ficam fazendo manutenção da loucura do outro aceitando estar em uma situação assim,achei belissima atitude da Luiza.Saí fora pq namora com um cara que termina com vc e ainda te trata sem respeito,melhor ficar só!

ass...Maria

Reflexões Borderline disse...

Maria, acho que não entendi seu comentário muito bem... meu tico e teco não estão funcionando muito bem hoje... desculpe... :* (shy face)

Anônimo disse...

Comigo ocorreu o mesmo! Meu namoro durou um mês e meio e ele rompeu comigo umas 6 vezes! Foi mt desgastante! Ficava sem entender o motivo! Ele dizia q era depressão, mas só agora depois de pesquisar percebi que se trata do TPB. É mt difícil lidar com isso! Sempre que acabávamos, eu corria atrás e voltávamos. Ele dizia: "Eu estava testando vc". Deesa última vez que acabamos foi mt doloroso! Estava tudo bem, mil declarações de amor, conversando comigo no msn e, em questão de SEGUNDOS, por motivos banais, ele resolve ACABAR O NAMORO POR MSN! Pede pra q eu saia da vida dele e blábláblá. Amanhecemos o dia brigando! Foi mt desgastante! No dia seguinte, depois de eu mt insistir, ele veio aqui em casa pgnt conversar. Ele me devolveu un livros q eu havia emprestado e eu devolvi o anel de família q ele hvia me rpesenteado no natal. Acho que dessa vez não tem volta... Já cmpletou 2 semanas! Só então fui pesquisar pra entender esse comporamento dele e constatei q ele é border. Falei pra família e pra ele. Ele não responde meus emails, não atende minhas ligações, me excluíu do facebook... Não sei mais o q fazer pra me aproximar dele! Estou de férias e ao invés de curtir o verão, estou trancada no meu quarto procurando entender sobre o TPB. Eu o amo mt! Queria mt me reaproximar dele. Tanto amor não pode acabar assim! Eu não posso abandonar a pssoa q eu tanto amo numa situaão tão difícil como essa. =( O q devo fazer para me reaproximar? Devo esperar? Devo insistir em procurá-lo? Devo sumir e esperar ele sentir minha falta? O QUE EU FAÇO?????????????????????????

Anônimo disse...

http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO/LerNoticia&idNoticia=51

Dani disse...

Esse seu namorado não é Border. Isso é o que me deixa mais injuriada! O cara é mau carater e você acha que ele tem TPB. Ou tem outra patologia, mas vc está sendo muito apressada em dizer que ele tem tal transtorno.

Anônimo disse...

Olá!!!
Eu sou border e namoro jáh a 9 meses sou sim incostante foi dificiu pra mim adimiti estar amando alguem mais quand me permitir esse sentimento se tornou meu mundo e esse garoto se tornou td na minha vida seria incapaz de pensar em trai-lo !!!

Anônimo disse...

Ola!!!
Eu to de acordo cm a dani pq eu msm sou border e namoro a 9 meses sou totalmente apaixonada meu namorado é meu mundo e td na minha vida eu seria incapaz de trai-lo pq o amo !!!!

Anônimo disse...

Olá ..
Passo por uma historia mto conturbada com meu namorado q tem esse transtorno...temos 1 ano juntos e mtas brigas,humilhações e agreções fisicas e psicologicas,e mtaaa falta de respeito cmg...queria saber e com urgência se isso tem cura ??? ou eh melhor eu assumir o risco de me separar e ele se matar ou cumprir a ameaça de matar meus amigos ??? pois nao tem como ser feliz com ele uma hora ta bem dai tem seus 5 minutos e ele faz um show,sai kerendo kebrar tdo,tenta se matar ou me matar..ameças e humilhações com mta falta de respeito não aguento mais viver assim ele termina tda hora e na msma hora quer q eu corra atraz dele q ele ta me testando e tal... dai derrepente como se nada tivesse acontecido ele vira um amor faz tdo pra me agradar mas tive mtos danos ele apagou tdas fotos q eu tinha perdi amigos, apagou contas em redes sociais fomatou meu pc e not pra nao ter nada salvo ,eh mta pressão nao posso falar com amigos nem ve-los,nao posso sair sem ele e soh pra onde ele ker ir , a mae dele fala um monte de mim e ele a apoia me faz passar como louca pra minha familia a protengendo das maldades dela ... tdo o q ele faz por mim ate msmo sem eu pedir joga na minha cara me xinga .... como ele nao eh assim eh totalmente diferente com tdos ate com a familia dele as pessoas acham q eu q sou louca qndo digo as loucuras pra alguem o q ele faz, isso pq ele vive falando mal de mim pra eles qndo esta nervoso cmg,tenho 22 anos e ele 18 aparentemente nao se diz q ele tem essa idade mas se percebe qndo ve os historicos dele ,mta pornagrafia e nao pode ver mulher q nao consegue parar de olhar isso eh dele e so agr q percebi ... diz q ele eh fiel mas eu nao ...nao sei o q faço pois gosto mto dele o amo,mas ele me esta fazendo ter medo e nojo dele com essas atitudes,nao consigo planejar jamais um futuro com ele assim...antes eu achava q era dele pois a mae o mima mto nunca disse nao pra ele..e tdas essas atitudes contrarias era por isso ...mas peskisando mto sobre essas atitudes e varias outras coisas q nao da pra postar aki descobri q ele tem esses transtorno ...mas agora peço a ajuda de vcs,pois nao posso contar mais pra ninguem sobre isso q acontece cmg... nao sei o q pensar,agir ou viver nessa situação...me ajudem por favor ...Obrigada desde jah pela atenção!!! bjus da Daãã

Wally disse...


Acho que vc encontra a resposta para 'tem cura?' nesse post aqui:

http://vidadeumaborderline.blogspot.com.br/2011/01/borderline-melhora.html

Bjos

vovonet disse...

Meu filho tem um comportamento que não me deixa dúvida,ele é border.Leio pesquiso há 19 anos.
Dificulta pq além disso é dependente químico.
Fiz várias internações para dependencia quimica mas só encontrei mercenário.Enfim a boder leva as recaída para o uso da droga.Ontem terminou o namoro não por ele aí mora o perigo...Sobre o carater é exemplar ,mas o trantorno é tudo que é dito.Difícil se relacionar com boder viver fazento tudo que eles querem...a falta de limite,a intensidade nos sentimentos.

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...