Translate

14/06/2011

Dia dos Namorados 'Borderline'

Estou em uma das minhas piores crises.
Dia dos namorados, e brigamos feio, ele foi embora da minha casa. O motivo, mais uma vez, eu achei que não estava recebendo nenhuma atenção. E não estava mesmo... Ele foi embora, mas antes ele gritou comigo, disse que cansou de mim e do meu comportamento, entre outras coisas horríveis, mas por ter conhecimento do TPB não o julgo, pois tudo que ele disse é verdade; apesar de ter sentido muita raiva na hora e concordar que ele fosse embora.

Doeu. Muito, mas controlei as emoções pois tenho vergonha de chorar na frente da minha familia. Agora, vim pra casa do irmão dele, vimos filmes e comemos, mas era apenas teatrinho. Na rua, discutimos de novo mas o pior é que eu nao consegui ver meu erro na historia. É 12 de junho e ele deveria ficar só comigo sim.

Tenho uns surtos meio psicóticos às vezes pois tenho certeza que sou a unica acordada aqui, mas vi umas duas vezes vultos brancos e me sinto observada. Estou com medo. Nao aguento mais ser assim e nao quero procurar mais ajuda. Sabe, sinto como se ninguem pudesse me ajudar, quero me afastar de todos mas não consigo nem posso.

Nao tive coragem de explicar meu comportamento hostil por nao ter certeza ou confirmação, medo de uma rejeição, e medo de quando for ao medico, ele diga que eu nao tenho nada. E de qualquer forma, eu o amo muito, mas acho que dessa semana nao passamos, pois eu irei ter coragem e força pra acabar com isso. Pois por mais que eu o ame e que ele possa me amar, a personalidade dele não vai bater com a minha nunca, quando eu estiver em crise... e eu não quero isso pra mim nem pra ele, não merecemos.

Quero alguem que não va achar isso uma frescura e palhaçada e que possa me ajudar. E pior se eu não tiver nada. Eu prefiro ter alguma coisa do que não ter nada, pelo menos é uma 'desculpa' e um alivio pro meu jeito. Não aguento mais. Já pedi muita misericórdia, mas pareço nem ser ouvida.

Sei que sou nova pra isso, mas nao consigo nem ver mais meu futuro, com minha filha, carreira e minha familia, que sao o meu sonho. Estou perdendo as esperanças. Nao consigo parar de comer e sei que amanha ou depois não vou nem sentir fome.

Acho que vou marcar um gabinete com o pastor de minha igreja, pois a igreja e o seu blog e agora, esses emails que têm me dado um pouquinho de força. Não sei, eu não sou eu, tô me sentindo vazia e 'fora'. 

Não tenho mais jeito, tudo eu começo e desisto, seja de uma simples arrumação de meu armario, a demora pra ler um livro, ouvir um cd completo direto, e agora, quero sair do meu curso pré-vestibular e não quero mais faculdade. Ia ser jornalista ou publicitária.

Nao vou conseguir procurar um medico sozinha e se eu contar a aguem e esse alguem me ignorar ou fazer pouco caso, nao vou suportar. As dores emocionais estão se tornando dor no peito fortíssimas, e minha sinusite vem piorando. Se eu for ignorada, eu não vou aguentar.

Esqueci de mencionar, mas ja peguei escondido remedios pra depressao da minha irma mais velha e tomava, todo dia. Mas não senti alivio, pelo contrario. E eu estou segurando meus impulsos pois está dificil.

Aí amanha eu acordo bem e nao vou querer mais ajuda mesmo, pois estarei bem... até que alguém me de uma patada ou algo assim como sempre ocorre.

Vou marcar neuro essa semana pra mim, assim que tiver coragem... e me lembrar, pois não consigo dar importancia à mim ou à saúde, mas não é proposital. Atravesso a rua com carro vindo, não ligo se vou ficar doente e se passo mal, tomo remedio e fico quieta.

Ao mesmo tempo que quero melhorar tenho medo de nao ter nada... e de nao conseguir. Ou pior, de não conseguir nem pedir ajuda. Não sei mais o que fazer...

Beijos, Tay
(via email)

2 comentários:

Anônimo disse...

Tay que perigooooooooo,

medicações psiquiáttricas não devem ser tomadas sem prescrição,isso não é um chavão ,isso e sério!
Pense da seguinte maneira,vc não é como sua irmã e nem outras pessoas,portanto vc não deve tomar algo que é para ela.Seus sintomas de certo são diferentes muda tudo!Até os miligramas das medicações fazem diferença no nosso sistema nervoso central.
Vc pode até agravar os seus sintomas sabia?
Sinto muito mas devo dizer que enquanto vc não se tratar ( e se tratar não é dar soluções próprias como auto medicar-se e sim reconhecer sua fragilidade e buscar ajuda externa),vai ser dificil se relacionar com o mundo não só amorosamente ,então se vc quer levar uma vida bacana procure ajuda.

Reflexões Borderline disse...

O anônimo está coberto de razão!!

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...