Translate

19/06/2011

Cão é Condenado à Morte

Um tribunal judaico de Jerusalém (Israel) condenou um cão vira-latas à morte por apedrejamento, devido ao temor de que ele fosse a reencarnação de um advogado que insultou juízes da mesma corte, segundo apontam relatos.

De acordo com o site de notícias israelense Ynet, o cachorro entrou há algumas semanas no tribunal - composto por rabinos - e não saiu mais de lá, o que fez um juiz lembrar de uma maldição imposta a um advogado secular, já morto.

Na ocasião, há cerca de 20 anos, os juízes do tribunal do bairro ultraortodoxo de Mea Shearim desejaram que o espírito do advogado entrasse no corpo de um cão - animal tido como impuro no judaísmo tradicional – depois que ele proferiu insultos à corte.

Mesmo sentenciado à morte por apedrejamento, o cachorro conseguiu escapar do prédio do tribunal antes que a condenação fosse levada a cabo, afirma o Ynet.

Segundo relatos, um dos juízes do tribunal pediu às crianças da localidade que encontrassem o cachorro e executassem a sentença. Devido ao caso, uma organização de proteção aos animais registrou queixa na polícia contra uma autoridade da corte.

2 comentários:

pensamento_e_reflexao disse...

Olha Wally, fui pesquisar e descobri : "A Bíblia (Tanach) com seus 24 livros foi escrita em Hebraico pelos Judeus, através de seus livros, eles contaram suas histórias, sua fé, suas guerras e suas conquistas. A Bíblia lá no fundo, em hebraico fala a respeito da reencarnação, mas a palavra reencarnação não é uma palavra hebraica, ela foi criada em 1857 por Allan Kardec, no Judaísmo a palavra é (Guilgul Neshamot) , ou seja, transmigração da alma, que tem o mesmo sentido. Sendo os judeus reencarnacionistas, nas entrelinhas da Bíblia (Tanach) são ensinados o (Guilgul Neshamot)"

Habibah Ibrahim disse...

Pobre cãozinho! que maldade

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...