Translate

29/07/2011

Como tratar o Transtorno Borderline




9 comentários:

Aprendendo a ser Border disse...

È horrivel sentir um vazio mas um vazio q nada completa, nao há distração possivel, nao há carinho qe compense queria ta guardada protegida, é muito medo, é muita raiva de ser um nada, de sempre nao ter a nada..
tentar tentar e tentar... to cansada nao vejo prespectivas, nao vejo nada, apenas o vazio, a falta de esperança de apoio de carinho de felicidade...
e tenho q ta sempre dopada de remedios se nao nao vivo...
tenho que me preocupar em nao magoar as pessoas com essa minha tristeza porque ao contrario de mim elas nao sao vazias e nao podem se preocupar com uma pessoa tao instavel, tao vazia que nao tem nada..
odeio isso,, porque comigo porque tanta tristeza, porque nao consigo mudar isso..
sera que sempre vai ser assim minha vida..

sempre tenho que ser uma farça. e ai o que eu faço nesse mundo, porque continuo aqui, se nada muda, se eu até me engano que vou mudar e nao mudo, por mais que eu tente..

preciso de carinho, de compreensão nao de remedios nem de ser julgada.. essa vida cança..
minha tristeza é mais triste que mata...
tava cheia de prespectivas de esperanças mas nao consigo, nao consigo sozinha nada nada nada..
eu queria ter brilho,

preciso de ajuda, preciso tirar o aperto do meu peito. preciso ter coragem por mim mesmo.
..

E a minha vontade de comprar, preciso comprar urgente colocar coisas novas me arrumar me sentir bonita, mas pra que, nao tenho como comprar e nem vontade de me arrumar,
to no meu limite mesmo.

se eu nao tivesse tanto amor pelos outros eu vazaria desse mundo agora

Anônimo disse...

eu vi a entrevista do Erlei umas 20 vezes
só consigo pensar:
:(
maria roberta

Aprendendo a ser Border disse...

Tente desviar teus pensamentos, nao é facil sei por mim mesmo e agora vendo voce falando assim com 38 anos de idade, fico imaginando eu que agora tenho 24 como sera no futuro..
mas tente confiar nas pessoas, bom eu falo isso mas nem no meu psiquiatra eu confio.. Só confio em escrever compartilhar minhas angustias... faça isso todos aqui estamos ajudando um ao outro

Anônimo disse...

Eu que tenho 20... não me vejo nem com 38, sinceramente. Se continuar assim eu não vou aguentar. Já não aguento.

Tay

Anônimo disse...

Olá tenho 23 anos, tenho muitos problemas principalmente em família, meus pais se separam quando eu tinha 16 anos, motivo da separação deles foi meu pai tentava abusar de mim sexualmente, e também ele sempre dizia que meu irmão era melhor do que eu, fazia de tudo p/ eu me sentir uma pessoa ruim...sempre tive problemas de relacionamentos tanto na escola, como com os amigos, nunca confiei em ninguém, e sempre acho que alguém ta fazendo alguma coisa contra mim...
Tudo me irrita, esperar ônibus, ficar em fila...
Recentemente meu namorado terminou comigo namoramos 1 ano e alguns , nos tinhamos combinado viajar na só que ele não pode ir, porque estava com problemas na familia, fiquei muito triste, mesmo sabendo que ele tinha motivos p/ não ir desde então tudo desandou...Passo dias triste mais, faço de tudo p/ninguém preceber, finjo que tu esta bem...
Estou na metade de um curso superior mais não sinto vontade de ir a faculdade, acho meus colegas futeis, e me irrito com eles, as vezes prefiro ficar longe p/ não ser grosseira com eles; Minha mãe vive dizendo que não sabe o que fazer comigo, e meu irmão adora fazer gracinhas com meu comportamento explosivo e dificil, sinceramente não sei o que fazer....

Reflexões Borderline disse...

Querida anônima,
Independente de qual seja o seu diagnóstico, a partir do momento que você percebeu que há algo errado com suas emoções, chegou a hora de procurar ajuda profissional.
Se não quer ou não pode pagar por um médico particular, procure o CAPS da sua cidade e se informe sobre agendamento com psiquiatras.
Não deixe pra depois.
Você merece ter uma vida, não apenas uma sobrevida.
E para isso precisa se tratar.
Peça pra sua mãe ou uma amiga ir com você, caso não queira ir sozinha.
Não adie seu sofrimento.

Abraços

Anônimo disse...

Oi gente!
Eu não achava que era doente até uns dias desses tenho 39 anos, fui abusado sexualmente quando criança, por um irmão mais velho, por um filho de uma uma senhora que tomava conta de mim, por vizinho, por uma filha de outra senhora que tomava conta de mim quando eu tinha uns 8 anos de idade.Minha mãe se separou do meu pai quando eu tinha 9 anos e para ajudar eu tinha que ver ela levado homens para dentro de casa, minha irmã, tb levava amigos da escola para transar com ela e pior eu tinha vontade de transar com ela tb. Tenho todos esses sintomas de Borderline minha esposa se separou de mim por causa de tudo isso e mais um pouco que são distorções do meu passado no presente. Amo minha esposa e preciso de tratamento para tentar recupera-la.Salto SP

Anônimo disse...

"isso se o paciente não morrer"
é o que eu mais desejo, não aguento mais, eu não aguento...

Anônimo disse...

normalmente estou sorrindo ou fazendo as pessoasa sorrirem , mas qdo me irrito por ter perdido a chave ou algom menor eu qbro tudo ,me mordo soco as paredes me machuco muito , minhas mãos vivem sangrando ...há pouco qbrei a porta do banheiro, e qdo tudo passa é só tristeza , é como se não tivesse fim ...

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...