Translate

19/05/2010

A História do Leite Condensado

O Leite Condensado surgiu quando o norte-americano Gail Borden, tentando desidratar o leite comum, descobriu que antes de transformar-se em leite em pó, o produto se tranformava em leite condensado.

A invenção de Borden só foi valorizada quando estourou a Guerra Civil Americana quatro anos depois. Transportando leite em pó e leite condensado para as tropas – e depois colocando esses produtos no mercado – Gail Borden ficou rico.

Na Guerra de Secessão nos EUA (1861 – 1865) o leite consumido pelos combatentes no "Front"era levado através de tração animal o que era um problema, pois o leite estragava-se no transporte. O calor aumenta a pericibilidade do leite e precisavam achar uma maneira de levar o leite do quartel até o front de batalha sem que ele estragasse.

A solução encontrada foi mudar o "ph" do produtojá que em índices mais baixos (ácido) o leite se conservaria por mais tempo. As vantagens obtidas foram: maior tempo de conservação do produtoo leite tornou-se mais energético e o custo do produto permaneceu baixo.

Estava inventado, acidentalmente, o leite condensado.
O produto não havia sido patenteado.

Só depois surge a primeira indústria criada especialmente para a produção comercial do leite condensado. A "Anglo-Swiss Condensed Milk" (1866)que acabou gerando o nome do gênero do produto.
. 
Então em 1873 a Nestlé (Suíça) adquiri a "Anglo-Swiss" e passa a produzir e comercializar o Leite Condensado em todo o mundo. 
No dia 22 de janeiro de 1890, o jornal O Estado de São Paulo trazia em meio a seus classificados um anúncio discreto. Desembarcara no Brasil e estava à venda “a varejo e em grosso” na drogaria São Paulo, na rua São Bento, um novo produto. Ótimo alimento para “creanças”, preferível mesmo ao leite fresco. Esse novo produto era o leite condensado, que oferecia a garantia do nome do doutor Henri Nestlé.

Realmente o nome do suíço Henri Nestlé já representava uma garantia para as mulheres bem informadas.

O novo produto logo conquistou as preferências. 
Durante anos a fio, os carregamentos vindos da Suíça foram esperados com ansiedade.
 
E quando nas boas casas de importados aparecia a tal latinha trazendo espantada a figura de uma simpática mocinha suíça as solitações eram imediatas.
Todas queriam a "lata da mocinha". E assim, a mocinha suíça entrou na cozinha brasileira e veio para ficar.

A "mocinha" esteve todo esse tempo acompanhando a mulher brasileira.

Em 1921, ele começou a fazer aqui com o novo nome, o novo rótulo tudo em português na primeira fábrica montada em Araras no interior de São Paulo. 
Hoje, o Leite Moça está no Brasil inteiro.
. 
Veja agora algumas embalagens 
bem antigas do Leite Moça

2 comentários:

Cristiane disse...

sabe que eu tenho um livro enorme, de capa dura, que foi feito editado em 1990 para comemorar os 100 anos do Leite Moca no Brasil? E um livro lindo, da Nestle, chama "O Doce Brasileiro", e conta toda a historia do leite condensado, mostra essas e outras antigas embalagens do Leite Moca, e tem dezenas e dezenas de receitas maravilhosas feitas com o Leite Moca...muito bacana...

Wally elsissy disse...

Combina com você e sua casa maravilhosa :))

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...