Translate

20/04/2010

O que é um Borderline?!?


O Transtorno de Personalidade Borderline  se caracteriza por um padrão invasivo da auto-imagem, dos afetos e nas relações com as pessoas. 

Além de ter um comportamento impulsivo em suas diferentes atividades e decisões, tanto envolvendo a si mesmo como outrem. O padrão invasivo do borderline, transita de um contexto para outro, muitas vezes extremos e antagônicos, como por exemplo, em momentos comportar-se como uma "santa", por outros como uma prostituta; por vezes um profissional exemplar, por outros alguém que tira proveitos próprios de forma ilícita.

O indivíduo com o transtorno procura de todas as formas evitar um abandono, seja ele real ou imaginário. A simples idéia de serem rejeitados podem levar a uma alteração profunda na auto-imagem, comportamento e afeto. 

Muitas vezes, mesmo frente a uma separação positiva, como receber alta da terapia ou receber uma promoção e ter que ir para outro setor, pode levá-lo ao desespero, pânico e mesmo raiva. 

As vezes, esses acontecimentos levam-nos a ter uma fantasia de serem "maus", o que poderá eliciá-los a terem comportamentos impulsivos de auto-mutilação e mesmo o suicídio.

O paciente com o transtorno de personalidade borderline, normalmente cobra muito de seus pares afetivos, e mesmo nos primeiros encontros já exige que o outro compartilhe suas intimidades e passe a maior parte do tempo em sua companhia. 

Inicialmente idealiza o parceiro, o que facilmente o levará a uma frustração, e com isso a desvalorização do outro, por achar que este não se importa o suficiente. 

Por serem impulsivos, em momentos agem contra si mesmos, fazem gastos exagerados, dirigem de forma imprudente, pedem demissão do trabalho, comem e bebem em excesso ou engajam-se em sexo inseguro.
(by Odair J. Comin Psicólogo e Hipnoterapeuta)

O que é um Borderline II ?!?
.
Suas vidas são uma eterna roleta russa. Costumam ter variações repentinas de humor, não conseguem controlar a raiva e tornam-se muito agressivas diante da menor contrariedade. 

Nesses rompantes de ódio, podem quebrar a casa inteira e também quem estiver por perto. 

Agem sempre impulsivamente, abusando muitas vezes do álcool e das drogas, comendo demais ou praticando sexo de forma compulsiva.

Sempre insatisfeitos, os borderlines queixam-se com freqüência de sensação de vazio interior. Quando se sentem rejeitados ou querem manipular alguém, tentam o suicídio ou praticam a automutilação. 

"Não se trata de uma doençamas de um distúrbio de conduta, que tem como conseqüência sérios prejuízos não só para o próprio indivíduo, como para as pessoas que o cercam"  explica o psiquiatra e psicanalista Oswaldo Ferreira Leite, diretor do Serviço de Psicoterapia do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, onde, junto com outros especialistas, vem desenvolvendo um tipo específico de psicoterapia para o tratamento desses casos.

"Os pacientes borderline não vivem fora da realidade e nem dizem coisas delirantes, mas, ao mesmo tempo, não se ajustam, não evoluem, nunca alcançam a realização pessoal."
(by claudio f. lopes)      

2 comentários:

Anônimo disse...

poxa, ainda bem q vc fez esse blog... tava procurando a um bom tempo um blog como esse, obg =))

Wally elsissy disse...

É mesmo?
Que bom que você gostou :)
Espero que os artigos te ajudem de alguma forma.

abraços

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...