Translate

29/01/2012

Depoimento - Quero meu Amor de Volta

Conheci meu namorado no facebook do meu professor. Ele me viu, se apaixonou e pediu para add.

Nos conhecemos há dois meses, mas parece que ele está na minha vida há anos pois aconteceu muita coisa nesse pequeno espaço de tempo. Vou tentar resumir...

Depois que nos conhecemos pelo facebook, nos encontramos duas vezes, muito rapidamente e por acaso no cursinho preparatório para concursos. Ele me emprestou um livro de Pe. Fábio de Melo (Tempo de Espera) e disse que ao ler os trechos grifados eu o conheceria melhor (Há momentos em que a alma grita por silêncio). 

Disse também que haveria dias em que ele iria se trancar no quarto e chorar, eu ia bater à porta e ele não iria abrir. Depois ele iria me abraçar e dizer que me amava.

Ele me aparentou ser um homem muito educado, bem criado, tímido, inteligente (fez doutorado, fala várias línguas), no entanto ele apresentava alguns comportamentos que me assustavam! 

Ele leu todo meu facebook, deixou 99 atualizações de uma vez, queria me enviar flores antes da minha viagem, pediu pra namorar comigo antes mesmo da gente ficar! 

Leu minha monografia, corrigiu, pesquisou. Eu disse que quando eu voltasse da viagem, nós iríamos sair. Durante a minha viagem ele enviava sms o tempo inteiro! Se eu demorasse a responder ele dizia:

“Já esqueceu de mim?”, “Me dê atenção”. Apesar dos exageros, eu me encantei por ele. Ainda durante a viagem ele enviou um sms me pedindo em namoro, disse que me AMAVA (me conhecia há alguns dias e nunca tinha sequer me beijado) queria casar e ter filhos comigo.

Quando voltei para nossa cidade, saímos e começamos a namorar. Ele como sempre, muito romântico, apaixonado e exagerado! Flores, chocolates e declarações. 

Depois de uma semana de namoro, em uma conversa no MSN durante a madrugada ele começou a surtar! A maneira que ele escrevia era diferente...

Disse que sofria de depressão, que errou em não ter contado antes mas que tinha medo de me perder. Pediu para que eu saísse da vida dele. Que aos 11 anos recebeu a primeira ameaça de morte por telefone e que até hoje sofria perseguição e ele não poderia me proteger (não sei até que ponto é imaginação dele). Depois voltamos como se nada tivesse acontecido! Disse que foi um “teste”, que me amava e precisava de mim

Pouco tempo depois ele acabou novamente pelo simples fato de eu ter feito um comentário no facebook da irmã dele dizendo: “ah, o meu amor nem quer me ver hoje! Acho que ele vai aprontar alguma e vai pra micareta sem mim”.

Ele tomou aquilo como um insulto, disse que sequer gostava desse tipo de festa e que eu duvidava do amor dele! Que o chamei de mentiroso publicamente! Corri atrás dele, expliquei a situação e reatamos.

Dias depois, quando saí da prova da OAB que liguei meu celular, recebi sms de fim de namoro dizendo: É melhor a gente terminar! A qlq momento eu posso voltar para Madrid (onde ele estudava) ou para Santos (onde tinha proposta de emprego).

Depois de passar dois dias correndo atrás dele, voltamos como se nada tivesse acontecido e ele disse que foi mais um “teste”. Sempre que ele terminava era assim, por impulso, não atendia minhas ligações e me excluía do facebook (e todas as pessoas relacionadas a mim). 

Eu ficava de mãos atadas! A irmã dele postou o seguinte comentário no facebook dele: “Qnd vc encontra sua bússola para te levar para o norte, vc insiste em ir pro sul! Deixe de ser bipolar...tal tal tal”. Eu curti esse comentário e por isso, mais uma vez, ele terminou o namoro. Depois voltamos...

Sempre que eu saía com meus amigos eu o convidava, mas ele nunca queria ir! Deixava eu ir mas depois cobrava: “Quando eu vejo vc se divertindo com seus amigos eu não me vejo nesse contexto”. Poxa vida, qual o problema em ir pra um sítio? Confraternização de Natal? Era um ciúme exagerado! Tudo nele era muito exagerado!

Nos tempos de paz era tudo uma maravilha! Mil declarações! No Natal ele me presenteou com um anel de família. Estávamos mais próximos e tudo estava em harmonia. Eu adorava a família e todos torciam pelo namoro.

Véspera de réveillon, mais uma vez, ele terminou comigo. Outro dia eu tinha feito um comentário de que um amigo praticava exercícios físicos com o nitendo wii. Quando ele fuçou o facebook do meu ex, viu um comentário dele dizendo que também se exercitava assim e ele julgou que eu houvesse mentido! Que na verdade o “amigo” a que me referi era meu ex. Foi a maior confusão!

Faltavam poucas horas para o réveillon e depois de eu muito insistir ele aceitou passarmos o réveillon como “amigos”, mas acabamos voltando na mesma noite.

Primeira semana do ano ele acabou mais uma vez pq eu fiz uma brincadeira dizendo que o ator do filme era bonito. Ele disse que meu comentário demonstrava profunda falta de respeito e consideração. Gente, foi uma brincadeira sem maldade!

No dia seguinte enviei flores pedindo desculpas e voltamos. Segunda semana do ano acabamos e dessa vez foi definitivo. Qual o motivo? Nem eu sei ao certo! Antes de dormir trocamos mensagens de carinho e juras de amor eterno, entrei no MSN rapidinho pq ele pediu, daí falou um assunto e outro, mostrou vídeos de construção da nossa futura casa (isso com um mês e meio de namoro), disse que havia sonhado com noivado e casamento em iminência... e do nada surtou e disse que queria terminar!

Queria ficar solteiro! Amanhecemos o dia discutindo! No dia seguinte ele veio aqui em casa (depois de eu muito insistir), devolvi o anel, choramos juntos, insisti para voltar, mas ele apesar de muito carinhoso, disse que não tinha volta.

Enfim... Sempre que acabávamos, ele dizia que não haveria volta, no entanto acabávamos voltando! Ele dizia que estava “testando o meu amor”

Depois disso tudo, comecei a analisar e vi que não era só depressão. Pesquisei e constatei, com a ajuda de uma psiquiatra, que ele apresentava traços de TPB. Foi então que tudo fez sentido! Ele sempre tinha muito medo de me perder, no entanto era o primeiro a me abandonar! Dizia que temia que eu encontrasse alguém mais bonito e mais inteligente que ele! 

Tinha baixa auto-estima, nunca tirou a camisa na minha frente pq se achava gordo (e não é! Ele é todo lindo!), ele tinha pensamentos extremistas 8 ou 80, era dramático e fazia tempstade em copo d’água. Dizia que era muito amor para tão pouco tempo e isso o assustava! Quando voltávamos ele dizia:

“Engraçado, você não desistiu do nosso amor. Será que eu mereço isso? Como pode vc me amar tanto? Nem eu me amo tanto assim. Vc não cansa nunca de mim? Até eu canso de mim. Pq vc me ama? Eu sou imperfeito”. 

Depois que eu “formei o quebra-cabeça” enviei emails pra ele, sempre com muito amor e selecionando muito bem cada palavra, e falei da minha suspeita. Falei com a mãe dele, disse que ele precisava voltar ao tratamento da depressão. Já para a irmã, comentei sobre minha suspeitas quanto ao TPB.

Ela que sempre foi muito comunicativa e zelosa com o nosso namoro, dessa vez ficou evasiva, fugindo do assunto. Não sei mais o que fazer! Eu o amo muito! Quero ajudá-lo! Amar é querer estar junto apesar de tudo! Não sei mais o que fazer para me aproximar dele! O que vcs fariam em meu lugar?

Eu o amo muito, muito, muito! Ele tem um coração puro, admiro tudo nele! Somos felizes quando estamos juntos. Eu quero o meu amor de volta!!!!! :(
Lilí.

23/01/2012

Jo Soares entrevista Dra. Ana Beatriz Silva

Jô Soares entrevista Dra. Ana Beatriz Barbosa Silva, médica psiquiatra e escritora, onde são abordados diversos temas do comportamento humano: 
psicopatia, bullying, TOC (manias), TDAH (hiperatividade), esquizofrenia, pânico, bipolaridade...

Ana Beatriz fala e escreve de forma simples e clara assuntos complexos, pois acredita que a popularização dos conceitos aumenta a procura por tratamento, reduz o preconceito e, consequentemente, o sofrimento alheio.

A psiquiatra se tornou conhecida quando lançou o best-seller "Mentes Inquietas" e uma das autoras mais lidas do país com o livro "Mentes perigosas: o psicopata mora ao lado".

Em 2010, outra obra foi assunto de debate: "Bullying: mentes perigosas nas escolas". Agora, ela relança um antigo trabalho "Mentes e Manias: TOC: transtorno obsessivo-compulsivo".

20/01/2012

Amizade Inusitada: Ave Brinca de Domador com Cão

Um vídeo impressionante mostra uma cacatua colocando a cabeça na boca de uma cachorra da raça pastor alemão. 

A ave chamada "Snowy" e a cadela "Misha" pertencem à australiana Sylke Popp-Maude, que mora em Armidale.

Segundo a dona, "Snowy" e "Misha" se tornaram grandes amigos e é comum a ave colocar a cabeça na boca da cadela durante as brincadeiras.

video

19/01/2012

O DNA do Borderline é Diferente

Uma pesquisa realizada por cientistas de Genebra concluiu que os maus-tratos na infância podem modificar genes que controlam o stress na vida adulta e desenvolver de doenças.

No estudo participaram 101 adultos, todos vítimas de transtorno de personalidade limítrofe, também conhecido como “borderline”.

A equipe de pesquisadores observou uma percentagem significativamente superior de modificação genética no DNA em indivíduos que tinham sofrido maus-tratos, abusos físicos, sexuais e emocionais ou carência afetiva.

As conclusões, publicadas na revista especializada “Translational Psychiatry”, mostram que o stress causado por abusos provoca uma modificação do gene receptor de glucocorticóide que atua sobre o eixo hipotálamo-pituitária-drenal.

Os pesquisadores salientaram que os resultados eram como se os voluntários tivessem sofrido o impacto de outros traumas violentos, como uma catástrofe natural ou um acidente aéreo.

12/01/2012

O Chamado

Quando a Arte é fundamental no Compêndio do Coração
Convite de HamiresSimone e Wally
Desenho por Hamires Cristine Ferreira
A arte sempre foi um viés para a cura e para mostrar como a genialidade humana encontra um caminho, através da criatividade daqueles que vivem sempre muito próximos dos limites do inconsciente coletivo, repleto de elementos e símbolos marcantes, que tornam seus viajantes verdadeiros mensageiros da arte. Tais limites, ora são como as cores em uma aquarela que fazem amor umas com as outras,  mesclados em territórios neutros até se definirem melhor em suas regiões, ora são bem definidos e traçados como as rimas de um poema inteligente.
Aos que vivem na arte sua paz, angústia e felicidade, emoções, pesadelos e elucidações, enviamos este convite especial!
Estamos à procura de pessoas com perfil “bipo-border”, bipolares, esquizofrênicos e borderlines,  que sejam artistas em potencial, escritores, poetas, pintores, escultores e afins, para juntos elaborarmos uma obra cuja forma final será a de um livro.
Se você:
  • Escreve: poemas, suas idéias, crônicas ou outros estilos;
  • Desenha;
  • Pinta;
  • E outras formas de arte que possam ser registradas em livros, como a fotografia;
Por favor, nos envie seu trabalho ou deixe seu comentário abaixo, para que possamos entrar em contato com você.
Caso desejar, por gentileza, entrar em contato nos seguintes e-mails:
  • hamirescristine@yahoo.com.br
  • simone.luciaurea@gmail.com
  • wallyelsissy@gmail.com
Nós nos reuniremos, nos conheceremos pessoalmente ou faremos um fórum virtual para que haja uma votação justa a respeito das obras de todos, no momento da escolha dos trabalhos que deverão compor o livro. Este progresso será cuidadosamente considerado. E no momento, estamos focadas em receber sua arte com nossos corações abertos.
Será uma literatura especial, um compêndio de arte que representará nossa essência em potencial, nossa voz para o mundo, recheada de dizeres, imagens e algumas análises de potenciais ignorados pelo objeto sociedade, feitas pelos próprios artistas.
Ficaremos gratas, felizes e honradas em receber seu talento!

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...