Translate

19/01/2012

O DNA do Borderline é Diferente

Uma pesquisa realizada por cientistas de Genebra concluiu que os maus-tratos na infância podem modificar genes que controlam o stress na vida adulta e desenvolver de doenças.

No estudo participaram 101 adultos, todos vítimas de transtorno de personalidade limítrofe, também conhecido como “borderline”.

A equipe de pesquisadores observou uma percentagem significativamente superior de modificação genética no DNA em indivíduos que tinham sofrido maus-tratos, abusos físicos, sexuais e emocionais ou carência afetiva.

As conclusões, publicadas na revista especializada “Translational Psychiatry”, mostram que o stress causado por abusos provoca uma modificação do gene receptor de glucocorticóide que atua sobre o eixo hipotálamo-pituitária-drenal.

Os pesquisadores salientaram que os resultados eram como se os voluntários tivessem sofrido o impacto de outros traumas violentos, como uma catástrofe natural ou um acidente aéreo.

2 comentários:

Kalili disse...

Wally
Amo o seu blog!!!
Ele é o melhor que existe sobre assuntos relacionados ao TPB.
Agradeço pela sua dedicação.

Nathan Rodrigues disse...

Esse último parágrafo chama bastante atenção.

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...