Translate

01/04/2013

O que é Fobia


Fobia é o medo irracional ou incontrolável de situações, objetos e tipos de objetos.

É caracterizada por um estado de angústia e ansiedade impossível de ser dominado.

Cientistas afirmam que a fobia é um hábito que aprendemos e, portanto, seria possível "desligar" a região do órgão responsável por essas emoções. Testes preliminares mostraram que uma droga a base de lidocaína, injetada em peixes, é capaz de fazer com que os animais não sintam medo.

Os especialistas, então, injetaram nas cobaias uma substância utilizada como anestésico local chamada lidocaína. Na sequência, repetiram os testes expondo os peixes a feixes de luz.

O professor Yoshida disse que, após a manutenção da droga, as cobaias não demonstram qualquer sinal de medo. "Descobrimos que os peixes que receberam a injeção de lidocaína no cerebelo não tiveram qualquer alteração cardíaca ou medo quando expostos à luz", explicou o cientista sobre os resultados da experiência.

O especialista ressaltou ainda que o cérebro dos peixes é muito parecido com o órgão dos mamíferos, o que inclui os humanos, e que o estudo ajudará a entender mais sobre os processos biológicos e químicos que causam o medo nas pessoas.

Nos peixes, os efeitos da lidocaína foram temporários, fato que levou os animais a voltarem a sentir medo da luz assim que o anestésico parou de agir.

Yoshida disse ainda que os humanos podem ser treinados para sentir medo e que muitas das fobias existentes podem estar relacionadas a condicionamentos enraizados na infância.

Assim, fica bastante evidente que a psicoterapia, bem como a análise pode ser bastante eficiente no tratamento da fobia. Mesmo porque um medicamento estaria agindo apenas sobre o sintoma e não sobre a causa da doença. Já a psicoterapia estaria trabalhando a 'raiz' do problema. Fica a dica!

Aqui vai uma lista com algumas fobias.

1. Ablutofobia: Medo irracional de lavar roupa ou tomar banho
2. Acrofobia: Medo irracional de altura
3. Agorafobia: Medo de se achar sozinho em espaços abertos, de multidões, de atravessar locais públicos ou de sair de um lugar seguro
4. Ailurofobia (Elurofobia): Medo de gatos
5. Alectorofobia: Medo de frangos
6. Antropofobia: Medo de pessoas
7. Anuptafobia: Medo de ficar solteiro
8. Aracnofobia: Medo de aranhas
9. Atiquifobia: Medo do fracasso
10. Autofobia: Medo de si mesmo ou de ficar sozinho
11. Aviofobia: Medo de voar
12. Caliginefobia: Medo de mulheres bonitas
13. Coulrofobia: Medo de palhaços
14. Cinofobia: Medo de cachorros
15. Gamofobia: Medo do casamento
16. Ictiofobia: Medo irracional de peixes
17. Herpetofobia: Medo de répteis e anfíbios 
18. Melanofobia: Medo da cor preta
19. Misofobia: Medo de germes ou sujeira
20. Nictofobia: Medo do escuro ou da noite
21. Ofidiofobia: Medo de cobras
22. Ornitofobia: Medo de pássaros
23. Fasmofobia/Espectrofobia: Medo de fantasmas, monstros e demônios
24. Filofobia: Medo do amor
25. Fotofobia: Medo da luz
26. Parakavedekatriafobia: Medo da sexta-feira 13
27. Pupafobia: Medo descontrolado de marionetes e outros bonecos desengoçados
28. Pirofobia: Medo de fogo
29. Pluviofobia: Medo da chuva
30. Tanatofobia ou Tantofobia: Medo da morte ou de morrer


   

5 comentários:

Robson Pinheiro disse...

Muito legal o artigo, Wally.

Sou da opinião que os medicamentos devem ser utilizados como um atenuador da forma aguda da crise, não como panacéia. Espero que isso incentive mais pessoas que sofrem a buscar a psicoterapia para alívio do sofrimento causado pela fobia com o entendimento de suas causas.

Boa semana

Robson Pereira

Trem Bunito disse...

E sobre a Claustrofobia?É também aprendido? Como se livrar dessa fobia?

Lavínia  disse...

Legal!
Descobri recentemente que tenho belonofobia kkkk Parece bonito, mas não é rs
Bjs.
acidia28.blogsptot.com.br/

Eilan disse...

Medo de lavar roupa? Fiquei passada.

Brincadeiras a parte, bem interessante.

Bjo.

http://borderline-girl.blogspot.com.br/

Wally Osvanilda disse...

Obrigada a todos pela participação!!
Respondendo sua pergunta Trem Bunito, qualquer fobia pode e deve ser tratada através da psicoterapia ou análise.
Como o Robson salientou acima, o medicamento é importante para atenuar crises. Mas ele serve apenas como paliativo e não vai curar jamais.
Dependendo do grau da fobia, deve-se fazer tratamento com ambos: psiquiatra e psicoterapeuta.

Abraços a todos!

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...