Translate

29/04/2012

A Dor de Cabeça Sob a Ótica Psicanalítica

Do ponto de vista da psicanálise, dor de cabeça é ódio reprimido. A dor de cabeça, no sentido próprio é uma forma de tirar o foco mental

No ódio, a parte mental e racional, ficam como que procurando uma vingança. Esta forma de pensar é muito destrutiva. E sobrecarrega o sistema psíquico porque uma destrutividade tão forte, só pode ser efetuada por um ser muito forte também. Isto provoca uma inflação do Ego. 

É muita energia concentrada no próprio sujeito. E nisso surge um aspecto sádico-narcisista que tende a um surto psicótico. E o corpo de um Ego, que seja parcialmente saudável não quer isso.
.
Como que sendo uma punição, surgem sensações de mal estar, que o aparelho psíquico provoca, disparando a pituitária, que dispara as glândulas supra renais e liberam na corrente sanguínea, adrenalina e cortisol. Isso acelera o coração e contrai os vasos sanguíneos, o que pode causar um pequeno ferimento em algum capilar, pelo aumento de pressão sanguínea, nas meninges ou próximo do nervo ótico, o que resulta na dor de cabeça, ou enxaqueca. 

Isso explica bem a lateralidade da enxaqueca, ou porque pode durar dias, ou porque é recorrente, quando sua origem pode estar em um conteúdo reprimido no inconsciente desde a infância, ou gestação. 

Claro que fora isso, existem fatores orgânicos que podem ser detectados em exames de imagem. 

Para o psicanalista Groddeck a doença sempre tem um objetivo. 

Assim como Freud colocou que o sintoma é o deslocamento do reprimido, durante a vigília. 

Então, em Groddeck há a afirmação de que se um paciente sofria de dores de cabeça, estas o impediam de refletir e de pensar. 

O objetivo da doença, portanto, deveria ser justamente esse. Entendem? A dor aparece para mascarar o pensamento!!! 

Em Freud, há um aprofundamento colocando a dor de cabeça como um desejo reprimido deslocado. Há um entendimento que o inconsciente é simultaneamente psíquico e somático. 

Goleman nos diz que o estudo confirma que as emoções perturbadoras fazem mal à saúde em certa medida. Descobriu-se que pessoas que sofriam de ansiedade crônica, longos períodos de tristeza e pessimismo, apresentavam doenças como asma, artrite, dores de cabeça, úlceras pépticas e males cardíacos. 

Em um artigo sobre a co-relação da enxaqueca e a psicossomática, li que Johnson e muitos outros psicanalistas deram especial atenção às enxaquecas. Nelas o pano de fundo emocional caracteriza-se por raiva e hostilidade intensas, crônicas e reprimidas, e sua função é proporcionar alguma expressão ao que não pode ser expresso ou mesmo admitido diretamente

As enxaquecas são investidas agressivas ou ataques vingativos e tendem a ocorrer em situações de intensa ambivalência emocional, ou seja, em relação a indivíduos que são ao mesmo tempo amados e odiados. 

Como cita Sacks, as enxaquecas surgem não como expressões de um distúrbio emocional agudo, mas como expressões de necessidades emocionais crônicas e, em geral, reprimidas

Então fica a dica: se você tem dores de cabeça que não sejam de origem orgânica, e quer se livrar delas, não reprima emoções assim, e de preferência, faça análise ;)
Wally W. Martins

6 comentários:

James O Visionário disse...

Ótima Matéria!

Tay. disse...

Oiiiiiiii
Olha quem resolveu voltar!
rs
Só não se continuo com o sintoemuito... acho que não :/ talvez eu "pegue" o nome pra mim ou poste de vez em quando... Voltei.
rs

Não li tud, pois estou nervosa e não consigo me concentrar, fui baixar Geração Prozac pra ver de novo e as legendas não funcionam. Fiquei acordada até agora pra nada. Depois eu leio, perdi muita coisa por aqui :/

Beijinhos

Henrique Trejgier disse...

Parabéns Wally! Publicação muito bem escrita e embasada em diversos autores. Você realmente colocou o aspecto somático do aparelho psíquico com maestria. Isto revela que o ganho obtido com a Psicanálise é definitivo, porque mesmo que você tenha dor de cabeça em alguma ocasião, poderá questionar qual ódio está gerando este sintoma. Ao mesmo tempo precisamos observar fatores meramente orgãnicos como intoxicação alimentar, disturbio hepático, hipertensão arterial, ou outra doença de base.

Wally disse...

Obrigada Henrique :)
Sim, eu mencionei que há também o fator orgânico.
Mas a matéria não é voltada pra fatores orgânicos, então fiz uma mera observação apenas.

PERSEVERÂNÇA disse...

QUANDO ESTIVER COM DOR DE CABEÇA, É SÓ VIR ATÉ A SUA PÁGINA QUE LOGO PASSA.
cOM TANTOS ASSUNTOS BONS NÃO EXISTE DOR DE CABEÇA QUE RESISTA.
BJ

Wally disse...

Puxa!! Que elogio maravilhoso!!
Muito obrigada pelo carinho!!!♥♥

bjos

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...