Translate

25/02/2013

Transtorno de Personalidade Histrionica


O Transtorno de Personalidade Histriônica ou Histérica (TPH) é uma desordem de personalidade (incluída no grupo B “dramáticos, imprevisíveis ou irregulares” – Borderline, Histriônica, Anti-Social e Narcisista), representada por pessoas dramáticas, exageradas, sedutoras, que tendem a chamar atenção para si mesmas e controlam pessoas e circunstâncias para conseguirem o que querem – manipuladores.

É um distúrbio de personalidade que pode ocorrer concomitante ao Transtorno de Personalidade Limítrofe (Borderline) e, por isso, compartilham várias características em comum. Além disso, histriônicos têm uma probabilidade maior de adquirir depressão do que a maioria das pessoas.

Muitas das pessoas desejam ter admiração de outros, mas pessoas com personalidade histriônica têm uma necessidade doentia e constante de atenção, engajando-se sempre em comportamentos excessivos para atrair atenção para si, com frequente dependência de aprovação e elogios de outros para se sentirem bem. 

Sua relação com o sexo oposto com frequência é caracterizada pela necessidade de sedução, sobretudo nas relações afetivas autênticas. Erotizam suas relações sociais, mesmo as inapropriadas; eles têm sempre uma imensa vontade de seduzir. Entretanto, histriônicos tendem a evitar relações afetivas autênticas, profundas e íntimas (ex.: namoro).

Pessoas histriônicas não conseguem viver sem atenção. Carentes, elas acreditam que só são felizes com pessoas dando atenção a elas a todo instante, e acham que outros irão dar atenção apenas se agirem por extremos caminhos. 

Eles se consideram um “nada”, caso fiquem sem atenção. Esses indivíduos têm profundos sentimentos de aborrecimento e tristeza caso se sintam ignorados, excluídos, rejeitados ou abandonados e ficam mal humorados facilmente se percebem que as pessoas não o responderam positivamente.

Além disso, eles tendem a entreter as pessoas para estas não notarem seus pontos fracos e acreditam que animando, divertindo ou ajudando outras pessoas, apenas assim receberão atenção. 

Por vezes, são egoístas porque tendem a apenas fazer algo que tenha recompensa (ex.: afeto e atenção) e, de preferência, imediata; eles podem ajudar outras pessoas, fazendo-se de caridosos ou humildes pois sabem que assim terão atenção recompensada; ou então mostrar-se interessados por determinada pessoa apenas porque sabem que esta dará a atenção de que necessitam, mas quando cansam ou enjoam, tendem a deixar esta pessoa. 

Isto ainda é reforçado pelas oscilações do humor e opiniões de que histriônicos sofrem. Por vezes, confundidos com borderlines, os indivíduos histriônicos têm uma grande labilidade emocional marcada por instabilidade do humor e das emoções, muitas vezes estas expressas de forma exagerada mas superficial.

Facilmente, de um humor animado, decaem ao choro, mau humor e depressão, bem como tendem a ser estressados podendo ter ataques de fúria incontrolável por se irritarem por qualquer coisa. Algumas vezes, essa grande instabilidade e exagero das emoções contribuem para se aparecerem mais.

CAUSAS

A causa é indefinida, entretanto, deve-se considerar fatores biológicos e, principalmente, hereditários e ambientais/familiares. Não raro alguns histriônicos foram privados de atenção e afeto por parte de algum dos pais. 

Contudo sabe-se também que pessoas que têm familiares em geral com transtorno de personalidade, principalmente histriônico (histérico), limítrofe (borderline), anti-social (sociopático) e narcisista, têm 2 vezes mais chances de apresentar o histrionismo; e pessoas que têm familiares muito próximos (pais e avós) com personalidade histriônica ou borderline têm 5 vezes mais chances de haver traços do primeiro distúrbio. Assim como a histeria, o histrionismo é mais comum nas mulheres.
(referência: Xtibia)

3 comentários:

Anônimo disse...

O histriônico é uma tipo que eu com,o border não adapto..é um calo na minha convivência...não sei pq mas, me parecem ser ainda menos empáticos que os borders (que de fato não sao antipaticos, apenas não demosntram a empatia de forma ggenuina)

Marly Rodrigues disse...

Curto muito suas postagens.

Wally Osvanilda disse...

Muito obrigada Marly
Grande abraço!!

Postar um comentário

Visitas Recentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...